• institutojapi

Cegueira Botânica


Você já ouviu falar do termo “cegueira botânica”? Proposto em 1999 por James Wandersee e Elisabeth Schussler a cegueira botânica diz respeito a falta de percepção e negligência que nós temos com as plantas ao nosso redor. Esse conceito possui três pilares principais: nossa incapacidade de perceber a importância das plantas, tanto no nosso cotidiano quanto para a biosfera num geral; a dificuldade na identificação das mesmas e a ideia de que o reino animal é mais importante e/ou superior ao reino vegetal.

O conhecimento que temos acerca das plantas tem nos beneficiado desde os primórdios, nos proporcionando alimentação, utensílios, fármacos e noções sobre a ecologia do nosso planeta. Contudo, a urbanização e industrialização vem nos distanciando cada vez mais da natureza, nos fazendo focar apenas no produto final na prateleira, sem levar em consideração a origem daquele alimento.

Na prática, nossa cegueira botânica afeta consideravelmente as espécies de plantas. Uma vez que nossa capacidade de respeito e proteção são reduzidas, os recursos e projetos que visam a conservação desses seres vivos é precária e acarreta em déficits no cuidado e restauração dos ecossistemas. Para nós, as consequências também são catastróficas, visto que os vegetais são a base da cadeia alimentar e a chave para questões voltadas às mudanças climáticas.

Por mais difícil que possa parecer, a cegueira botânica pode ser superada por meio da educação, não só em espaços escolares e por meio de conteúdos específicos, mas também através do incentivo à reflexões e críticas, tanto das questões ambientais quanto políticas. E você, está disposto a tirar a venda?


Arte: Natália Lavínia Andrello de Souza Texto: Flávia de Camargo M. Gomor;


Pesquisa: Daniela Brustolin; Texto Instagram: Aline Freiria dos Reis.

Marcella Pires.


REFERÊNCIAS


CORRÊA, André Micaldas; ALVES, Luiz Anastácio; ROCHA, Joyce Alves. Organizando os usos e funções dos vegetais: a etnobotânica auxiliando na prevenção e diminuição da cegueira botânica.. Educação (Ufsm), [S.L.], v. 46, n. 1, p. 1-26, 28 maio 2021. Universidade Federal de Santa Maria.


NEVES, Amanda; BÜNDCHEN, Márcia; LISBOA, Cassiano Pamplona. Cegueira botânica: é possível superá-la a partir da educação?. Ciência & Educação (Bauru), [S.L.], v. 25, n. 3, p. 745-762, set. 2019. FapUNIFESP (SciELO).


OLIVEIRA, Tiago Pinheiro de; SILVA, Natália Ferreira da; FIGUEIRÔA, Silvânia Miranda Ferreira; SALES, Eliemerson de Souza. A UTILIZAÇÃO DE MÉTODOS CONSTRUTIVISTAS DE ENSINO PARA A DESCONSTRUÇÃO DA CEGUEIRA BOTÂNICA. Revista Vivências em Ensino de Ciências, [S.I], v. 2, n. 1, p. 230-237, jan. 2018.


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo