• institutojapi

Dia Internacional dos Povos Indígenas



Em meio a uma atualidade que desvaloriza e desvalida os diversos tipos de conhecimento tradicional, temos aqui uma oportunidade de mostrar a ignorância desse comportamento! Neste dia, vamos refletir e aprender um pouco sobre a importância dos povos indígenas do nosso país.

Além do simples direito de viver e expressar suas identidades culturais, os povos indígenas contribuíram e contribuem para o bem-estar de todo o resto da sociedade, apenas por viver do modo que vivem. O primeiro elemento importantíssimo que “herdamos” dos povos indígenas foi todo o etnoconhecimento que eles obtiveram e passaram para as gerações seguintes. Plantas medicinais, extratos animais que funcionam como antídotos e remédios, previsões dos ciclos da natureza, comportamentos animais, interações ecológicas. Esses são apenas alguns exemplos dos tipos de conhecimento que essas comunidades adquiriram ao longo de tanto tempo convivendo intrinsecamente ao meio natural e que são essenciais para diversos processos nos dias de hoje.

Outro fator muito visível da influência dos povos indígenas no ambiente e na sociedade é o papel fundamental que tiveram na formação da agrobiodiversidade. Algumas pesquisas mostram que muitas espécies vegetais, por exemplo, surgiram como resultado do manejo da floresta pelas técnicas indígenas, como a castanheira, o cacau, a pupunha, a mandioca, o babaçu e a araucária. Com a influência nessas espécies, podemos estender esse papel importante dos povos indígenas para a formação das paisagens dos diversos biomas brasileiros. Vale destacar que muitas práticas e técnicas utilizadas pelos indígenas no manejo e cultivo das espécies formam hoje a base dos sistemas agroflorestais, que são um dos caminhos viáveis para continuarmos produzindo alimento junto com a conservação do ambiente.

Além disso, pesquisas provam que os territórios indígenas são desmatados consistentemente menos quando comparado com o entorno - esta constatação vale para todos os biomas brasileiros. Esses territórios são as regiões em que mais se preserva a cobertura vegetal no nosso país, tendo perdido a cobertura original em apenas 2% de toda a área.

Atualmente, comunidades indígenas estão ameaçadas por todo o país. Perde-se uma infinidade de diversidade cultural e conhecimento tradicional a cada povo que é dizimado. Precisamos de políticas públicas e iniciativas de pesquisa que zelem por toda essa riqueza e pelos processos históricos que cada povo indígena já passou. Não adianta mais apenas combater os ataques aos territórios protegidos, é necessário agir ativamente para reverter o processo de homogeneização e desaparecimento dos conhecimentos, modos de vida e paisagens domesticadas pelos indígenas. Isso inclui a manutenção da diversidade genética, que é consequência de milhares de anos de inovação tecnológica dos povos indígenas e comunidades locais. Desse modo, a relação da sociedade brasileira com a biodiversidade poderá ser social e ambientalmente justa.


Artes: Natália Lavínia A. de Souza. Texto: Laura Barbon de Abreu; Thayla Borges.


Pesquisa: Aline Freiria dos Reis; Wellington Santos. Texto Instagram: Aline Freiria dos Reis.


REFERÊNCIAS

Cavallo, G. A. (2018). Conhecimentos ecológicos indígenas e recursos naturais: a descolonização inacabada. Estudos avançados, 32, 373-390.

Costa Neto, E. M. (1999). Ciência e diversidade cultural: a contribuição de Claude Chrétien. Feira de Santana: Sitientibus, (20), 9-14.

De Oliveira, M. M. (2019). Os Povos Indígenas e a produção da Ciência na Amazônia. Instituto Humanitas Unisinos. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/586403-os-povos-indigenas-e-a-producao-da-ciencia-na-amazonia . Acesso em: 08 de agosto de 2021.


Da Cunha, M. C., Magalhães, S. B. & Adams, C. (2021). Povos Tradicionais e Biodiversidade no Brasil: Contribuições dos povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais para a biodiversidade, políticas e ameaças. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Seção 6: Biodiversidade e Agrobiodiversidade Como Legados de Povos Indígenas. Disponível em: povostradicionais6.pdf (sbpcnet.org.br). Acesso em: 08 de agosto de 2021.


Da Cunha, M. C., Magalhães, S. B. & Adams, C. (2021). Povos Tradicionais e Biodiversidade no Brasil: Contribuições dos povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais para a biodiversidade, políticas e ameaças. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Seção 5. Disponível em: http://portal.sbpcnet.org.br/livro/povostradicionais5.pdf. Acesso em: 08 de agosto de 2021.


Dos Santos, M. T. (s/d) Terras Indígenas protegem a floresta. Terras Indígenas no Brasil. Disponível em: Terras Indígenas protegem a floresta | Terras Indígenas no Brasil (terrasindigenas.org.br). Acesso em: 08 de agosto de 2021.

13 visualizações0 comentário