Buscar

Educação Ambiental - Importância e o papel na sociedade


Você sabia que a educação ambiental, por lei, deve ser ensinada nas escolas em todos os segmentos? Então, por que mesmo assim muitos não sabem exatamente como defini-la? Você realmente sabe o que é a educação ambiental?

Muitos acreditam que a Educação Ambiental nada mais é do que passar informações sobre o meio ambiente adiante. Esta visão, no entanto, engloba apenas uma parte do todo. A Educação Ambiental é uma ferramenta que, por meio de informações, tem o objetivo de transformar a sociedade, tornando os cidadãos mais conscientes e garantindo assim uma maior qualidade de vida para todos. Que responsabilidade, né? Mas como chegamos até aqui?

O termo “Educação Ambiental” foi criado em 1965, na Grã-Bretanha, durante a Conferência de Educação da Universidade de Keele. Ele surgiu pois, durante a conferência, preocupações foram levantadas acerca do rumo da humanidade devido a sua relação com a natureza. Mais tarde, em 1970, outras conferências trouxeram uma visão mais prática da Educação Ambiental, tentando entender como ela deveria ser estruturada. A Conferência de Estocolmo, em 1972, foi um importante marco para a Educação Ambiental, uma vez que nela, houve uma mudança importante de paradigma. Antes, a natureza era enxergada como algo abstrato e separado de nós, mas depois do evento, a natureza passou a ser vista como parte integrante de nosso meio e sociedade.

Por essas e outras razões é de extrema importância que fique claro que a Educação Ambiental não está separada do social. Ela não é apenas algo a ser discutido no colégio ou limitado à área de educação. Apesar de seu nome, ela é social, de forma que deve englobar outros aspectos como política, psicologia e legislação, bem como aspectos culturais, econômicos e éticos. Por exemplo, a Educação Ambiental não se limita a informar que jogar lixo no chão faz mal pro meio ambiente. Ela tem a função de instigar os ouvintes a utilizar seu senso crítico e gerar uma consciência ambiental. Fazer com que as pessoas levem o raciocínio adiante e pensem que jogar o lixo no chão pode contaminar as águas subterrâneas e também causar impacto na vida de todos.

Apesar de nunca ter havido um registro de impactos negativos causados pela Educação Ambiental, ela com certeza enfrenta diversos desafios. Em 2019, segundo o IBGE, o Brasil possuia 11 milhões de analfabetos e com a pandemia, houve uma significativa dificuldade em alfabetizar novas crianças. Você nesse momento pode estar se perguntando: “E o que isso tem haver com a Educação Ambiental?” A realidade reside no fato de que a educação ambiental tem como objetivo fundamental democratizar as informações ambientais, ou seja, torná-la acessível a todos. Agora como fazemos isso? Como levamos estes conhecimentos às pessoas se a Educação Ambiental está tão restrita à academia? Outro grande desafio é conseguir provocar mudanças nos hábitos das pessoas. Como fazemos alguém entender a importância de mudar certos comportamentos? A resposta, muito provavelmente, está relacionada ao encantamento. Não basta trazer diversas explicações sobre os mais diversos assuntos. É necessário cativar as pessoas e fazer com que elas percebam que toda aquela beleza deve ser mantida, deve ser conservada, não só pela aparência mas pela importância em nossas vidas.

Lembrem-se: A Educação Ambiental é um processo constante e permanente de criação de valores, conhecimentos e principalmente de atitudes.


Arte: Aline Freiria dos Reis;

Texto: Flávia de Camargo M Gomor;

Pesquisa: Amanda Oliveira; Daffiny Kapitanovas;

Texto Instagram: Daffiny Kapitanovas.


Referências Bibliográficas


Carmona, Ingrid Valadares; Pereira, Marcus Vinicius. Ciência, tecnologia e sociedade e educação ambiental: uma revisão bibliográfica em anais de eventos científicos da área de ensino de ciências. Revista Ciências & Ideias ISSN: 2176-1477, [S.l.], p. 94-114, maio 2018. ISSN 2176-1477. Disponível em: <https://revistascientificas.ifrj.edu.br/ revista/index.php/reci/article/view/752/539 >. Acesso em: 24 abr. 2022.

Dias, A.A.S; Dias, M.A de O. Educação ambiental a agricultura como modo de sustentabilidade para a pequena propriedade rural 2018, Disponível em : <http://ibap.emnuvens.com.br/rdd/article/view/29/17> Acesso em: 20/04/2022.

Instituto Água Sustentável. 5 razões para implementar a Educação Ambiental desde cedo nas escolas. Disponível em: <https://www.aguasustentavel.org.br/conteudo/blog/137-5-razoes-para- implementar-a-educacao-ambiental-desde-cedo-nas-escolas.> Acesso em 23 de Abril de 2022

Nicole M. Ardoin, Alison W. Bowers, Estelle Gaillard, Environmental education outcomes for conservation: A systematic review, Biological Conservation, Volume 241, 2020.

Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0006320719307116>. Acesso em 23 de Abril de 2022.

Pinheiro, B.C.S; Santos, C.L; Peneluc, M da C. A educação ambiental na formação de professores de química da UFBA 2017 Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7781283> Acesso em: 20/04/2022.

Silva, V.R.M.J; Silva, A.L.J; Cardoso, S.P. Um olhar docente sobre as dificuldades do trabalho da Educação Ambiental na escola 2018- Disponível em: <https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/1357/1057>

Acesso em: 19/04/2022

03 de Junho – Dia Nacional da Educação Ambiental. Disponível em: < https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/educacaoambiental/03-de-junho-dia-nacional-da-educacao-ambiental/.> Acesso em 23 de Abril de 2022.


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo