top of page
Buscar

George Cuvier

Ao longo da história existiram personagens que andaram pelo mundo com seus conhecimentos e invenções, contribuindo assim para o avanço da humanidade. Entre os grandes cientistas que contribuíram para a história da ciência está Georges Cuvier, um dos naturalistas, zoólogos e paleontólogos mais importantes da história. Jean Leopold Nicolas Frédéric Cuvier nasceu em 23 de agosto de 1769 em Paris, França. Seu pai era um oficial militar de baixa patente, e sua mãe, que o tinha sob seus cuidados em tempo integral, foi a primeira pessoa que o apresentou ao mundo acadêmico. Desde pequeno sempre foi apaixonado pela natureza, além de sempre se destacar por sua grande inteligência na escola local onde estudou. Mesmo sem falar alemão ele ingressou na Carolina Academy em Stuttgart, na Alemanha em 1784 e nove meses foi o que precisou para ganhar o prêmio escolar deste idioma. Lá ele estudou durante 4 anos, onde se destacou em todos os seus cursos.

Ao longo de seus estudos, ele conheceu o trabalho do geólogo Abraham Gottlob Werner (1750 - 1817), cujo Netunismo (uma teoria antiga, na qual as rochas - inclusive as eruptivas - se originaram por intermédio da água, somente a lava atual seria de origem ígnea) e a ênfase na importância da observação das estruturas das formações rochosas para o entendimento geológico foram a Georges modelos para a pesquisa científica para suas teorias e métodos. Após se formar em 1788, sem dinheiro, foi trabalhar como tutor do filho de um nobre conde em Fiquainville, Normandia, enquanto aguardava ser nomeado para um escritório acadêmico. Em meados dos anos 1790 ele começou a estudar e comparar fósseis com formas existentes, enquanto frequentava regularmente reuniões realizadas na cidade vizinha, com finalidade de discutir questões agrícolas da região. Lá teve contato com muitos naturalistas e entusiastas do ofício, como o médico agrônomo Henri Alexandre Tessier (1741-1837), e não demorou para ficarem íntimos e se tornarem colegas de pesquisas. Sua parceria com o M. Tessier o levou a ter muito interesse e ao seu despertar pela anatomia, onde apenas aos 26 anos, em 1795, ele se tornou assistente de Jean-Claude Mertrud (1728 - 1802), que foi nomeado para a cadeira de Anatomia Animal no Jardin des Plantes. Após a morte de Mertrud, Cuvier substituiu seu cargo no qual mudou seu nome para Anatomia Compa